Revisão Cinéfila 04

COTAÇÕES DO COMODORO 04

 Aproveitando uma sugestão de blogs amigos, seguem algumas avaliações (pessoais e impressionistas) da obra de alguns de meus diretores preferidos. Como a praxe, as cotações variam de bola preta a cinco asteriscos. Filme não avaliado = filme não assistido.

JOSEPH L. MANKIEWICZ

 Ava Gardner é a deslumbranteb Maria Vargas, em "A Condessa Descalça", de Joseph L. Mankiewicz.

Sleuth (Jogo Mortal - 1972) *****
There Was a Crooked Man... (Ninho de Cobras - 1970) *****
King: A Filmed Record... Montgomery to Memphis (1970)
The Honey Pot (Charada em Veneza - 1967) ***
Cleopatra (Idem - 1963) *
Suddenly, Last Summer (De Repente, no Último Verão - 1959) ****
The Quiet American (Um Americano Tranquilo - 1958) ***
Guys and Dolls (Eles e Elas - 1955/I) **
The Barefoot Contessa (A Condessa Descalça - 1954) *****
Julius Caesar (Júlio César - 1953) ****
Five Fingers (Cinco Dedos - 1952) ****
People Will Talk (Dizem que é Pecado - 1951)
All About Eve (A Malvada - 1950) ****
No Way Out (O Ódio é Cego - 1950) ****
House of Strangers (Sangue do meu Sangue - 1949) ****
A Letter to Three Wives (Quem é o Infiel? - 1949)
Escape (O Homem em Fuga - 1948)
The Ghost and Mrs. Muir (O Fntasma Apaixonado - 1947)
The Late George Apley (Tenho Direito ao Amor - 1947)
Somewhere in the Night (Uma Aventura na Noite - 1946) ****
Dragonwyck (O Solar de Dragonwyck - 1946)
Backfire (1946)

 Conrad Hall e Richard Brooks.

RICHARD BROOKS

Fever Pitch (1985)
The Man with the Deadly Lens (O Homem com a Lente Mortal - 1982) **
Looking for Mr. Goodbar (À Procura de Mr. Goodbar - 1977) *****
Bite the Bullet (O Risco de uma Decisão - 1975) *
Dollars (Ladrão que Rouba Ladrão - 1971)
The Happy Ending (Tempo para Amar, Tempo para Esquecer  - 1969) *****
In Cold Blood (À Sangue Frio - 1967) *****
The Professionals (Os Profissionais - 1966) ****
Lord Jim (Idem - 1965) ***
Sweet Bird of Youth (Doce Pássaro da Juventude - 1962) ****
Elmer Gantry (Entre Deus e o Pecado - 1960) *****
Cat on a Hot Tin Roof (Gata em Teto de Zinco Quente - 1958) ****
The Brothers Karamazov (Os Irmãos Karamazov - 1958) **
Something of Value (Sangue sobre a Terra - 1957) ***
The Catered Affair (A Festa de Casamento - 1956) 
The Last Hunt (A Última Caçada - 1956) *****
Blackboard Jungle (Sementes da Violência - 1955) ****
The Last Time I Saw Paris (A ùltima Vez que vi Paris - 1954) ***
Flame and the Flesh (Paixão e Carne - 1954)
Take the High Ground! (Dá-me Tua Mão - 1953)
Battle Circus (Campo de Batalha - 1953)
Deadline - U.S.A. (A Hora da Vingança - 1952) ****
The Light Touch (O Milagre do Quadro - 1952)
Crisis (Terra em Fogo - 1950)


ALGUMAS OBSERVAÇÕES DE UM FANÁTICO CONTUMAZ

"Fever Pitch", o filme odiado de Richard Brooks.

- Uma das minhas maiores curiosidades cinéfilas é descobrir porque o último filme do grande Richard Brooks, "Fever Pitch" (inédito no Brasil) foi (e ainda é) um dos mais odiados pela crítica americana (e por alguns dos fãs do diretor). Já estou apelando para o DREAMULE e um solitário colecionador americano que o disponibilizou a partir de um VHS.

 - Porque filmes formidáveis como "The Fixer" (O Homem de Kiev - 1968), de John Frankenheimer, "The Kremlin Letter" (Carta ao Kremlin - 1970), de John Huston (que eu e Bruno de André consideramos um dos melhores do diretor) e "I'll Never Forget What's'isname" (Depois que Tudo Terminou - 1967), da época em que Michael Winner tinha talento, nunca foram lançados em DVD nos Estados Unidos?

 - Outro dia, fazendo um levantamento rápido (e sapeca) a respeito dos filmes que poderiam ser considerados os maiores "Cús de Touro" da história (leia-se, filmes que estimulam o espectador a fugir da sala, chutar a tv ou processar o cinema por tédio insuportável), eu e um amigo chegamos a um impasse quase "ético". Como a abundância de exemplos seriam capazes de preencher vários cadernos de tamanho universitário, estipulamos que iríamos nos ater a filmes "difíceis" de diretores conceituados, alguns que - inclusive - veneramos (como foi o caso de "Dectetive", de Godard). No caso, um troféu de prata, hors concours, seria entregue ao ótimo Robert Mulligan, por JOGOS DE AZAR (The Nickel Ride - 1974), talvez o filme mais sombrio (literalmente, já que a fotografia, de Jordan Cronenweth, é uma das mais escuras da história). Desconfio que "Fever Pitch", de Richard Brooks, deva ser da mesma cepa. Mas o Oscar de expulsa-público fica mesmo é com BORIS GODOUNOV (Andrzej Zulawski - 1989). A ópera de Mussorgsky, filmada pelo diretor de "Possessão" com Ruggero Raimondi, conseguiu o marcante intento de afugentar uma sala de mil e quinhentas poltronas, lotada com um público que ocupava o chão do cinema, na primeira meia hora de projeção, no festival de Rotterdam 1990. Lembro ter sido acordado pelo lanterninha, ao final da sessão, e ter descoberto que dividia o espaço com apenas um casal e um exuberante crítico alemão, entorpecido de vodka, que roncava alto e não foi incomodado por conta de sua fama de truculento. Fiquei sabendo pelo lanterninha (que era cinéfilo) que o casal sueco assistiu o filme inteiro e - prontamente - explicou a razão de tanta tolerãncia: eram diretores de um evento dedicado à ópera no cinema, para o qual - obviamente - o filme não foi selecionado. BORIS GODOUNOV, o filme-suplício, tem os travellings mais sofisticados já filmados (e olha que eu gosto de travelling!); em cinco minutos sobra a pergunta: "P´ra que tanta parafernália?" P´ra empetecar uma ópera enfadonha, responderia o crítico alemão que roncou a sessão inteira. A verdade é que Zulawski encenou Mussorgsky como se estivesse filmando um show do Sepultura. Filmar ópera existe austeridade, ciência erudita e paixão, ensinaram os mestres Luigi Comencini e Joseph Losey com suas obras primas ("La Bohème" e "Don Giovanni", respectivamente).

DE ÚLTIMA HORA

 Adriano Aprá, quando era diretor do Festival de Pesaro, dedicou, no ano que lá estive, uma restrospectiva ao cinema italiano, justamente com os filmes "cús de touro" dos grandes da Península. De Bertolucci, por exemplo, foi exibido PARTNER (que ainda não tive a coragem de converter para DVD). De Marco Ferreri, foi projetado O HARÉM (que é o pior da sua lavra, na minha opinião). De Rosselini, que eu adoro, foi mostrado DESIDERIO (1946), um melodrama de dar vergonha no Franco Zefirelli.  O filme, rodado nos Estados Unidos, e com intriga semelhante a "Naked Kiss", de Fuller, nem foi concluido pelo diretor - tamanho o seu desprezo pela encomenda. O engraçado é que alguns dos próprios diretores escolheram os filmes projetados. (Carlos Reichenbach - extraído dos comentários do post)

 Comovente a bela homenagem que Matheus Trunk e Gabriel Carneiro vem fazendo às musas eternas do cinema nativo, no Revista Zingú (http://www.revistazingu.blogspot.com/). Vanessa Alves, Misaki Tanaka, Neide Ribeiro, Alvamar Taddei e Zilda Mayo (inventariadas na edição deste mês) foram atrizes com quem tive a satisfação de trabalhar e que trabalharia sempre, se pudesse. Adilson Marcelino (http://www.mulheresdocinemabrasileiro.com/) poderia ser convidado pelos editores a fazer um perfil mais amplo das vestais.

 Confirmada por este editor a excelência da série italiana CRIMINI, da Rai Uno. Vale realmente a pena ir atrás dos oito longas metragens da série. Além de tramas muito bem urdidas, a série se destaca da mesmice produzida pelas tvs do mundo, por oferecer uma visão inteligente (e implacável) das particulariedades de cada região filmada. Uma idéia brilhante, muito bem realizada, que poderia servir de exemplo às nossas televisões à cabo. Resta uma curiosidade do editor do REDUTO: saber se o diretor Stefano Sollima, do "episódio-filme"  IL COVO DI TERESA, é filho de Sergio Sollima.

CONFIRMADO

 PARTNER (1968), de Bernardo Bertolucci, é chato de doer! Nem a deslumbrante Tina Aumont, a musa do underground italiano, se salva nesta "godardiada" ginasiana e insuportável.



Escrito por Carlos Reichenbach às 13h58
[]


 
   Outras

INDICAÇÕES PÓS-CARNAVAL

CRIMINI - A SÉRIE

 Interessantíssima a série CRIMINI, da RAI UNO italiana, com curadoria de Giancarlo De Cataldo. São oito filmes, de aproximadamente 100 minutos cada, envolvendo o trabalho de grandes escritores na fabulação de histórias diversificadas sobre a realidade local da Península. Os oito longas metragens são absolutamente independentes de um único fio condutor. A produção só exigiu dos escritores e diretores o investimento num gênero que pode ser definido como "noir mediterrâneo". Dois filmes, de pronto, se destacam na série: "Disegno di Sangue", dirigido por Gianfranco Cabiddu, e "Troppi Equivoci", de Andrea Manni (do ótimo "Il Fuggiasco"). Alguns destes filmes podem ser encontrados - separadamente - em DVD (Região 2) ou mesmo no DREAMULE. Uma idéia formidável que poderia ser aproveitada por algum canal a cabo nativo.

A SÉRIE COMPLETA

Troppi Equivoci
autor: Andrea Camilleri
diretor: Andrea Manni
roteiro: Rocco Mortelliti, Carla Vangelista
ambientação: Palermo

Il covo di Teresa
autor: Diego De Silva
diretor: Stefano Sollima
roteiro: Diego De Silva, Giovanna Koch
ambientação: Napoli

Rapidamente
autore: Carlo Lucarelli
diretores: Antonio Manetti & Marco Manetti
roteiro: Carlo Lucarelli, Giampiero Rigosi
ambientação: Bologna

Il bambino e la befana
autor: Giancarlo De Cataldo
diretores: Antonio Manetti & Marco Manetti
roteiro: Salvatore Marcarelli. Giancarlo De Cataldo
ambientação: Roma

Terapia d'urto
autor: Giorgio Faletti
diretora: Monica Stambrini
roteiro: Claudio Corrucci, Giorgio Faletti
ambientação: Isola d’Elba

Disegno di sangue
autor: Marcello Fois
diretor: Gianfranco Cabiddu
roteiro: Giancarlo De Cataldo
ambientação: Cagliari

L'ultima battuta
autor: Sandrone Dazieri
diretora: Federica Martino
roteiro: Sandrone Dazieri, Andrea Garello
ambientação: Milano

Morte di un confidente
autor: Massimo Carlotto
diretores: Antonio Manetti & Marco Manetti
roteiro: Nicola Lusuardi, Massimo Carlotto, Tommaso Capolicchio
ambientação: Padova

site oficial:
http://www.raifiction.rai.it/raifiction2006fiction/0,,1551-1551,00.html


RIOFAN 2008 - FESTIVAL DO CINEMA FANTÁSTICO DO RIO DE JANEIRO

Site Oficial:
http://www.riofan.com.br/

RELEASE DO EVENTO
 Em 2008, o Rio de Janeiro vai se tornar o principal ponto de encontro dos fãs do cinema de fantasia, horror e ficção-científica, com a realização de seu I Festival Internacional de Cinema Fantástico – o RioFan. Serão duas semanas de programação, que irá apresentar em primeira mão ao público carioca as melhores e mais originais produções do cinema de gênero.
 Uma das atrações do RioFan será uma mostra competitiva internacional de longas-metragens, com um panorama do que de mais insólito e inovador é produzido atualmente no cinema mundial.

CONVOCATÓRIA DO FESTIVAL
 Já estão abertas as inscrições para o RioFan 2008.
 Podem se inscrever curtas e longas, profissionais e amadores, de qualquer parte do Brasil – e do resto do mundo. Longas se candidatam automaticamente à Mostra Competitiva Internacional, enquanto curtas podem tentar uma vaga em uma das mostras informativas do festival. Não há taxa de inscrição, e não tem mistério: basta imprimir e preencher a ficha de inscrição e enviar para a gente pelo correio junto com um DVD do seu filme.
 As inscrições vão até o dia 15 de fevereiro de 2008, mas não é por isso que você vai deixar para se inscrever na última hora, não é? Queremos muito ver o seu filme, não nos deixe esperando.
 As duas versões do regulamento - em português e inglês - e a ficha de inscrição podem ser baixados em nosso site. Em caso de qualquer dúvida, não deixe de entrar em contato conosco pelo email
info@riofan.com.br.



Escrito por Carlos Reichenbach às 22h43
[]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO
 03/08/2008 a 09/08/2008
 27/07/2008 a 02/08/2008
 13/07/2008 a 19/07/2008
 06/07/2008 a 12/07/2008
 22/06/2008 a 28/06/2008
 15/06/2008 a 21/06/2008
 08/06/2008 a 14/06/2008
 25/05/2008 a 31/05/2008
 11/05/2008 a 17/05/2008
 04/05/2008 a 10/05/2008
 27/04/2008 a 03/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 13/04/2008 a 19/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 30/03/2008 a 05/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 03/02/2008 a 09/02/2008
 27/01/2008 a 02/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 06/01/2008 a 12/01/2008
 30/12/2007 a 05/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 16/12/2007 a 22/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 02/09/2007 a 08/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 05/08/2007 a 11/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 01/04/2007 a 07/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 25/02/2007 a 03/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 11/02/2007 a 17/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 28/01/2007 a 03/02/2007
 21/01/2007 a 27/01/2007
 14/01/2007 a 20/01/2007
 07/01/2007 a 13/01/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 24/12/2006 a 30/12/2006
 17/12/2006 a 23/12/2006
 10/12/2006 a 16/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 19/11/2006 a 25/11/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 05/11/2006 a 11/11/2006
 29/10/2006 a 04/11/2006
 22/10/2006 a 28/10/2006
 15/10/2006 a 21/10/2006
 08/10/2006 a 14/10/2006
 01/10/2006 a 07/10/2006
 24/09/2006 a 30/09/2006
 17/09/2006 a 23/09/2006
 10/09/2006 a 16/09/2006
 03/09/2006 a 09/09/2006
 27/08/2006 a 02/09/2006
 20/08/2006 a 26/08/2006
 30/07/2006 a 05/08/2006
 09/07/2006 a 15/07/2006
 02/07/2006 a 08/07/2006
 25/06/2006 a 01/07/2006
 18/06/2006 a 24/06/2006
 11/06/2006 a 17/06/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 14/05/2006 a 20/05/2006
 07/05/2006 a 13/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 05/06/2005 a 11/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 22/05/2005 a 28/05/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 08/05/2005 a 14/05/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005
 10/04/2005 a 16/04/2005
 03/04/2005 a 09/04/2005
 27/03/2005 a 02/04/2005
 20/03/2005 a 26/03/2005
 13/03/2005 a 19/03/2005
 06/03/2005 a 12/03/2005
 20/02/2005 a 26/02/2005
 13/02/2005 a 19/02/2005
 06/02/2005 a 12/02/2005



OUTROS SITES
 TODOS OS LINKS CONSULTADOS E VISITADOS PELO REDUTO DO COMODORO
 LINKS RÁPIDOS [DE PESQUISA]
 OLHOS LIVRES - o site de Carlos Reichenbach
 REDUTO DO COMORO - Ampliado no site OLHOS LIVRES
 REDUTO DO COMODORO 2004
 O ESSENCIAL DO FILME NOIR
 O ESSENCIAL DO FAROESTE AMERICANO
 O ESSENCIAL DO FILME DE GANGSTER
 O ESSENCIAL DO FAROESTE SPAGUETTI
 O ESSENCIAL DO FILME MUSICAL AMERICANO
 O ESSENCIAL DO CINEMA EXTREMO
 O ESSENCIAL DO FILME FANTÁSTICO E DE HORROR PARTE 1
 O ESSENCIAL DO CINEMA FANTÁSTICO E DO FILME DE HORROR - ANOS 60
 O ESSENCIAL DO CINEMA FANTÁSTICO E DO FILME DE HORROR - ANOS 70
 O ESSENCIAL DO CINEMA FANTÁSTICO E DO FILME DE HORROR - ANOS 80
 PERFORMANCES ANTOLÓGICAS DO CINEMA BRASILEIRO


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!